domingo, setembro 11, 2016

Aquarius



No feriado fui ver em São Paulo o filme “Aquarius”, do Kleber Mendonça Filho, com a Sonia Braga como atriz principal. Tive que ver em São Paulo simplesmente porque os cinemas do ABC não o estão exibindo – por aqui só passam aqueles blockbusters de Hollywood que os coxinhas tanto adoram.  O pernambucano Kleber já tinha dirigido “O Som ao Redor” (2012) e “A Novela das 8”(2011), ambos disponíveis no YouTube.  Desta vez, a estória é sobre a resistência de Clara (Sonia Braga) à demolição do prédio onde mora e que empresta o nome ao filme.  Aquarius  concorreu a melhor filme na Holanda, na França, na Alemanha, em Israel e na Austrália, vencendo em Amsterdam e Sydney. Em Cannes, onde Sonia Braga venceu como melhor atriz, ficou famosa a manifestação contra o golpe, feita pelo elenco, dando causa à polêmica sobre o filme ao irritar os coxinhas manipulados pela mídia, especialmente o “Tio Rei” – aquele pena-de-aluguel da revista Veja e da rádio Jovem Pan, amigo do Zé ‘Bolinha de Papel’ Serra.  O tal golpista disse que “o dever das pessoas de bem é boicotar Aquarius”, frase que acabou sendo incluída no cartaz do filme. Aqui, sites de direita enfatizaram que a estreia do filme foi um fracasso, com apenas 20 pessoas  em Copacabana. Na verdade, Aquarius teve a segunda melhor estreia nacional do ano, com mais de 54 mil espectadores em um fim de semana, conforme a Folha. O filme agradou a crítica especializada ao redor do mundo, valendo a pena ler o The Guardian e o The Telegraph, que agride os vira-latas ao dizer que o filme faz as pessoas quererem se mudar para o Brasil.
Resumo: o filme é ótimo, mas não é recomendado para a classe média mal informada, sem cultura, hipócrita e preconceituosa, especialmente os tolos que foram e são manipulados pela mídia golpista e sonegadora.

Nenhum comentário:

Mídia golpista hoje

Domingo é dia de folhear os jornalões e tentar entender o que a máfia dos barões da mídia está querendo que a gente acredite. O Globo, en...