domingo, agosto 23, 2015

Imprensa marrom é igual no mundo todo

A nossa imprensa é ruim, mas veja o naipe da imprensa britânica: 

Daily Express: http://www.express.co.uk/ 
Daily Mirror: http://www.mirror.co.uk/ 


Para entender um pouco de tabloids e yellow journalism (imprensa marrom como a nossa revista Veja, por exemplo): https://www.questia.com/library/communication/journalism/tabloid-newspapers
É clássico o que disse Joseph Pulitzer, que foi concorrente de William Randolph Hearst (retratado como o Cidadão Kane por Orson Welles): "com o tempo, uma imprensa cínica, mercenária, demagógica e corrupta formará um público tão vil como ela mesma".  Agora é só comparar os nossos jornalões (Folha, Estado, Globo) e as revistas semanais (Veja, Época, IstoÉ - que alguns chamam de QuantoÉ) com as pessoas "bem informadas" que votam em partidos e candidatos reacionários. 
Por falar em neoconservadorismo e jornalismo de esgoto, vale a pena ler O Caso de Veja, por Luís Nassif

Mídia e pesquisas não têm lá muita credibilidade.  Em todos os casos, veja que interessante esta pesquisa: http://fernandorodrigues.blogosfera.uol.com.br/2015/07/22/entre-as-instituicoes-igreja-lidera-em-confianca-na-opiniao-publica/ Segundo ela apenas 4,8% confiam na imprensa entre outras instituições.  Se perguntados apenas sobre a imprensa, 55,9% confiam poucas vezes ou não confiam nunca. Achei boa esta notícia.  No entanto, há uma consequência negativa: as pessoas acabam mal informadas ou contrainformadas através de boataria, fofoca, opinião alheia, achismo, não-notícias, spam, memes espalhados pela redes sociais. De qualquer forma, seja pelos meios de comunicação de massa ou não, as pessoas acabam desinformadas como consequência da omissão ou da manipulação da verdade.


Nenhum comentário:

Mídia golpista hoje

Domingo é dia de folhear os jornalões e tentar entender o que a máfia dos barões da mídia está querendo que a gente acredite. O Globo, en...