quinta-feira, junho 05, 2014

O mundo perfeito dos desinformados

Já que a nossa mídia fala tão mal do Brasil e dos brasileiros, dando a entender que somos inferiores, resolvi tentar descobrir como o Primeiro Mundo e Patópolis são tão perfeitos.  E fiquei desapontado. Eis o porquê:
Para quem não gosta de ler ou tem preguiça, este é o último parágrafo deste artigo da Piauí, do Estadão, porta-voz da direita:
“A verdade sobre a Itália está aqui, na Ikea”, diz Nando, balconista com diploma universitário. “Basta saber ler os números: a Pisa, foram enviados 28 mil currículos; a Pescara, 30 mil; em Catânia, 43 mil pessoas aspiravam a uma colocação. Todos jovens desempregados. Essa é a Weimar sem hiperinflação, isso é 1929. É a Eurozona. Mas ninguém ousa chamar o diabo pelo nome. Somos um país falido e nos engabelam com essa história de retomada. Não tenho mais nada a dizer.” E sai, empurrando mais um carrinho abandonado em direção ao corredor 22. 


  • Estados Unidos - Até o pasquim nazi-fasci-sionista que pertence à famiglia Civita e ao grupo racista sul-africano Naspers, guia de compras dos sacoleiros ávidos pelos espelhinhos e bugigangas de Patópolis, reconhece:
http://veja.abril.com.br/blog/ricardo-setti/vasto-mundo/impressionante-varias-grandes-cidades-dos-eua-tem-taxas-de-homicidios-muito-superiores-as-de-sao-paulo-e-mesmo-do-rio-new-orleans-chega-perto-de-honduras-o-pais-mais-violento-do-mundo-confiram-os/

Creio que são leituras que deveríamos recomendar para pessoas desinformadas ou mal informadas e portadores de complexo de vira-lata, especialmente os coxinhas do Facebook que agem como mulas ao espalhar boatos e contrainformação.
Dizem que o mal do século, a ignorância, não tem cura.  No entanto, um dos mais eficazes remédios (para remediá-la) é a leitura.

Nenhum comentário:

Mídia golpista hoje

Domingo é dia de folhear os jornalões e tentar entender o que a máfia dos barões da mídia está querendo que a gente acredite. O Globo, en...