domingo, agosto 12, 2012

Olimpíada de Londres 2012

Terminamos esta edição das Olimpíadas na 22ª posição num ranking de 204 países, sendo 79 os que obtiveram medalhas. Atingimos o recorde de 17 medalhas, a maior quantidade em 92 anos de participações (22 edições, desde 1920).
Em termos de posição no ranking de países, só 5 vezes estivemos em posição melhor. A melhor foi em Antuérpia 1920: 15ª. Mas foram apenas 29 países, sendo 22 os medalhistas. Posições em Moscou 1980 e em Los Angeles 1984: respectivamente 18ª e 19ª, mas foram anos de boicotes devido à Guerra Fria, em que ora Estados Unidos e ora União Soviética não participaram. Em Seul 1988 (governo Sarney) também encerramos na 19ª posição. Se considerarmos a posição no ranking dividida pelo número de países medalhistas, este ano só foi inferior a 2004/Atenas (governo Lula), quando “nunca antes na história deste país” tivemos uma participação tão boa, terminando na 16ª posição e obtendo o nosso recorde de medalhas de ouro: 5.
Apenas nesta edição já igualamos o número de medalhas de ouro que foram obtidas nas 2 edições durante o governo FHC (Atlanta 1996 e Sydney 2000), nas 6 edições durante a ditadura militar (1964-1985), e nas 9 edições antes da ditadura. Aliás, a nossa pior colocação “em toda a história deste país” foi em 2000 (sob FHC): 52ª!
Nesta edição infelizmente houve algumas falhas de atletas considerados favoritos e também tropeços em algumas modalidades nas quais também tínhamos favoritismo. Fomos superados pelos países mais ricos e ou de maior tradição no esporte, como sempre, mas estivemos à frente da Dinamarca, da Noruega, da Suécia, da Suíça, do Canadá e de toda América Latina (exceto Cuba). No entanto, para os urubólogos de plantão esse desempenho não foi o bastante e, portanto, deveremos ser um fiasco na Copa de 2014 e na Olimpíada de 2016...
Claro que, como torcedor, fiquei triste com alguns resultados, como as medalhas de prata no futebol ontem e no vôlei hoje, mas estou orgulhoso por ser brasileiro e tenho certeza que continuaremos a melhorar constantemente.

Um comentário:

jc47 disse...

Por que é relevante mencionar o presidente? em 4 anos dá pra preparar uma geração de atletas? Penso que se o resultado foi bom na era Lula, é porque o FHC investiu muito em sua época, e o mesmo seria com a Dilma em relação ao Lula. Mas isso pela lógica, não pela politicagem. A verdade é que o esporte ganharia muito mais se investíssemos em educação, saúde pública e saneamento os bilhões que estamos investindo em estádios que vão beneficiar só o Rio de Janeiro durante as Olimpíadas e algumas cidades durante a Copa. Os impostos aumentaram pra todo o Brasil, mas quem vai continuar aguardando leitos hospitalares desocuparem em corredores ou ambulâncias, muitas vezes sem atendimento de médicos ou enfermeiros, é o povão que paga seus impostos em dia. Mas os petistas nunca vão admitir esta verdade, não é?

Jornal só serve para embrulhar peixe?

Síntese do golpe de 2016 Conheci gente que, quando abria um jornal, ia direto e somente às seções de esporte, diversão e lazer.  Ho...