Ocean Heaven

Ontem vi "Ocean Heaven" (2010), filme chinês falado em mandarim, escrito e dirigido por Xiao Lu Xue.  Nele,  Wang Xingchang (Jet Li) é um pai dedicado e desesperado.  Seu filho Dafu (Wen Zhang) é autista.  O drama começa quando o pai, ao descobrir que tem um câncer terminal, tenta o suicídio, atando um peso à própria perna e à perna do filho e saltando de um barco no meio do oceano.  A tentativa não dá certo porque o rapaz, exímio nadador, desata e salva ambos, imaginando talvez que fosse um treino, uma brincadeira.  A alternativa do pai é ensinar o filho a sobreviver sozinho, enquanto procura um lar de pessoas especiais para o rapaz.
Se não me engano, para Jet Li este é seu primeiro papel dramático não ligado às artes marciais.  É possível que fãs conservadores me repreendam, mas eu acho que este é o melhor filme com o Jet Li.  Meus amigos também são conservadores no que se refere a cinema. Também fui contestado ao eleger o melhor filme de James Bond: “007-Cassino Royale” (Casino Royale, 2006) do Martin Campbell, com o Daniel Craig no papel principal.
Em tempo: por falar em pessoas especiais, visite http://audioteca.org.br/ e conheça o trabalho dos ledores voluntários no Rio.

Comentários