Pedágio em São Paulo

Antes de voltar da Itália, procurei saber o preço dos pedágios por lá. Vou comparar aqui o valor gasto em pedágio em trechos longos e curtos, citando as fontes, ao contrário do que fazem os spammers.
Comparando-se o valor do pedágio em uma viagem de carro por 600km na Itália e no Brasil, temos o seguinte:
De Milão a Roma, 567km, são 34,90 euros, o que dá R$ 77,64 na conversão de hoje, resultando em 13, 69 centavos por quilômetro.
De São Paulo a Presidente Prudente, 558km, são R$ 64,55, ou seja, 11,56 centavos por quilômetro.
De São Paulo a Belo Horizonte, 586km, são R$ 7,70, ou seja, 1,50 centavos por quilômetro.
Nessa comparação, rodar num país de primeiro mundo e da União Européia custa 20% mais caro do que em nosso estado. Por outro lado, aqui o pedágio estadual é 670% mais caro do que o federal!
Se fizermos a comparação em um trecho dez vezes menor, temos o seguinte:
De Milão a Varese, 52km, são 1,30 euros, o que dá R$ 2,89 na conversão de hoje, ou seja, 5,56 centavos por quilômetro.
De São Paulo a Santos, 77 km, são R$ 18,50, ou seja, 24 centavos por quilômetro.
Nessa comparação, rodar em nosso estado custa 331% mais caro do que num país de primeiro mundo e da União Européia!
Conclusão: “São Paulo cada vez melhor” significa “São Paulo cada vez mais caro”, pelo menos nesses 15 anos de governo do PSDB, com Covas, Alckmin e Serra.
Fontes:
http://www.autostrade.it/
http://www.emsampa.com.br/page4.htm
http://economia.uol.com.br/cotacoes/

Comentários