domingo, maio 30, 2010

Centro velho, saudade nova

Sempre que vou ao centro velho da cidade de São Paulo, “alguma coisa acontece no meu coração”. Não sei bem explicar o sentimento. É uma nostalgia, uma agonia de querer que o tempo voltasse à época de garoto, em que eu perambulava pelo centro à procura de um disco, um gibi, um livro. Tenho orgulho de ser paulistano da gema. Mas não aquele orgulho besta, separatista, que os provincianos têm. Gosto da cidade, do estado, do país, do mundo. Mas o centro velho de São Paulo me traz lembranças, boas por sinal.
Gosto particularmente da Santa Ifigênia, entre a Luz e a República. Infelizmente a região foi abandonada pelo poder público e tem problemas com drogas, violência e prostituição. Talvez só não esteja em piores condições devido ao vigoroso comércio de eletro-eletrônicos nas centenas de lojas de artigos de iluminação, som, vídeo e informática. Mesmo a gente chique e cheirosa, que adora a Paulista e os shoppings da zona sul, vai dar o braço a torcer e reconhecer o valor turístico da Pinacoteca do Estado, incluindo a Estação Pinacoteca (no prédio do antigo DOPS), das estações da Luz (com o Museu da Língua Portuguesa) e Júlio Prestes (com a Sala São Paulo, sede da orquestra sinfônica da cidade). Se você não conhece a cidade, mas tiver a oportunidade de vir, não deixe de conhecer esses locais.
Bem, a exemplo do título da canção do Adoniran Barbosa, que pergunta: “nóis viemos aqui pra beber ou pra conversar?”, quero destacar três lugares interessantes para se beber e se comer lá no centro velho:

  • Bar Léo, talvez ainda o melhor chope da cidade;
  • Del Mar, a meio quarteirão ou trinta metros do Bar Léo, bom chope e ótima paella valenciana;
  • Sujinho - Bisteca D'Ouro, ali perto, na esquina da Ipiranga com a Rio Branco, bom chope e talvez ainda a melhor bisteca bovina da cidade.

Ah, e tem também o Bar Brahma, “quando cruza a Ipiranga e a avenida São João”.

2 comentários:

Roberto S. disse...

E o que dizer da melhor sala de aulas da seq de disciplinas extracurruculare: a saudosa sala de cine (1,2,3,...) belas artes na interconexao da paulista, dr arnaldo e consolacao. Tenho muitas saudades tambem...

FatinhaMussato disse...

Oi, Luiz!
Seu artigo me fez recordar dos bons tempos vividos em Sampa!
Adoro te ler e sempre te visito para matar a saudade!
Beijinhos,
Fatinha.

Mídia golpista hoje

Domingo é dia de folhear os jornalões e tentar entender o que a máfia dos barões da mídia está querendo que a gente acredite. O Globo, en...