Cine Majestic

A Fox reprisou hoje "Cine Majestic" (The Majestic, 2001, Frank Darabont). Para quem não lembra, Darabont dirigiu os excelentes "Um Sonho de Liberdade" (The Shawshank Redemption, 1994) e "À Espera de um Milagre" (The Green Mile, 1999), cujos roteiros também escreveu baseado em contos de Stephen King. Não chega a ser uma obra-prima como aquelas, mas é um filme interessante pelo argumento e pela atuação diferente e competente do Jim Carrey. O filme não tem nada de blockbuster - efeitos especiais, velocidade, violência, sexo. Conta a estória do roteirista Peter Appleton (Jim Carrey) que, depois de ser colocado na lista negra de Hollywood pelo comitê macartista, sofre um acidente, perde a memória e é confundido com um soldado desaparecido na Segunda Guerra Mundial. Acredite-me: Jim Carrey está ótimo e não faz sequer uma careta em todo o filme! É um drama sobre os anos 50, mas ainda infelizmente muito atual, já que retrata a intolerância que persegue as pessoas que têm opiniões próprias e não se curvam a nenhuma forma de poder coercitivo. Recomendo. Ah, não deixe de providenciar um lencinho, ou óculos escuros.

Comentários

Filipe Machado disse…
Se Jim Carrey apostasse em papéis mais sérios, seria rapidamente um grande actor. Nota-se que ele tem ali alguma qualidade escondida.