Tian'anmen, 20 anos

O Massacre na Praça da Paz Celestial (Tian'anmen, Pequim) em 4 de junho de 1989 foi o desfecho de uma série de manifestações lideradas por estudantes e intelectuais na República Popular da China e ocorridas desde 15 de abril. Resultado: de 241 mortos, segundo o governo chinês, até 2600 mortos, segundo relatos não oficiais da Cruz Vermelha chinesa. E de 7.000 a 10.000 feridos. Lamentável. Independentemente de qualquer questão política ou ideológica, certamente não é isto que desejaria nenhum governo de trabalhadores. Minha conclusão é de que nenhuma ditadura é boa, nem mesmo a ditadura do proletariado. Que me desculpem os muitos companheiros de esquerda que militaram contra a ditadura no Brasil, lado a lado com todos os democratas. É claro que a democracia precisa se aperfeiçoar, mas não há alternativa a ela.

Comentários