segunda-feira, maio 18, 2009

Humanidade para com os outros

Meu primeiro contato com o Linux foi através da compra de um notebook que veio com o Ubuntu instalado. Educado com o DOS e o Windows, resolvi voltar à estaca zero em termos de conhecimentos em informática. Em termos, porque, para minha satisfação, comecei a editar e compilar uns programinhas em C e em C++ usando o Kate e o gcc (em linha de comandos). E o pessoal do VivaOLinux tem me ajudado muito, exercendo de fato o que o título acima sugere, que é "humanidade para com os outros", significado da palavra Ubuntu e espírito da comunidade GNU/Linux mundo afora. Gostei tanto do Linux que rodo Kubuntu em uma máquina e Debian em outra. E, nesse espírito, acabei de assinar a petição pelo veto ao projeto de cibercrimes - em defesa da liberdade e do progresso do conhecimento na internet brasileira. Para saber mais, recomendo a visita aos portais de software livre, um do governo e outro não governamental:

Em tempo: a minha maior preocupação ao migrar para o Linux era a compatibilidade de arquivos do Microsoft Office com o BrOffice. Resolvi configurando o BrOffice da seguinte forma:
no menu Ferramentas, escolhi Opções > Carregar/Salvar > Geral e no painel "Formato de arquivo padrão" combinei as caixas de listagem da seguinte forma:
Documento de texto: Microsoft Word 97/2000/XP
Planilha: Microsoft Excel 97/2000/XP
Apresentação:Microsoft PowerPoint 97/2000/XP

Nenhum comentário:

Mídia golpista hoje

Domingo é dia de folhear os jornalões e tentar entender o que a máfia dos barões da mídia está querendo que a gente acredite. O Globo, en...