Carta aberta a um amigo

Amigo,

Desculpa a demora em responder. Andei sem acesso à Internet por mais de um mês graças ao Speedy e à Telefônica, empresa que virou modelo do choque de gestão do neoliberalismo, não?
O spam que você me enviou é da Veja ou dos parajornalistas que lá escrevem? Não sei se por sorte ou azar, fui logo clicar num link defeituoso, o do escãndalo da compra de votos para a emenda da reeleição do FHC.
Não tem nada sobre a Luciana Cardoso, filha do FHC, que "trabalhou" desde o final do governo FHC no gabinete do senador Heráclito Fortes do DEM-PI, não é mesmo?
Também não vi nenhuma menção ao projeto de lei do senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG), o fundador do valerioduto, que propõe o cerceamento da liberdade e do progresso do conhecimento na internet brasileira, ou seja, o AI-5 digital.
Assim não dá para se atualizar! ;-)
Pensar diferente não afeta em nada a minha admiração por você.
Abraço,

Luiz

Comentários