domingo, setembro 21, 2008

Apenas mais uma de amor

Depois de tanta estória romântica, então (do Lulu Santos) apenas mais uma de amor:
Eu gosto tanto de você que até prefiro esconder.
Deixo assim ficar subentendido, como uma idéia que existe na cabeça e não tem a menor obrigação de acontecer.
Eu acho tão bonito isso de ser abstrato, baby.
A beleza é mesmo tão fugaz. É uma idéia que existe na cabeça e não tem a menor pretensão de convencer.
Pode até parecer fraqueza. Pois que seja fraqueza então. A alegria que me dá, isso vai sem eu dizer.
Se amanhã não for nada disso, caberá só a mim esquecer. (Eu digo: vai doer). O que eu ganho, o que eu perco ninguém precisa saber.

Nenhum comentário:

Mídia golpista hoje

Domingo é dia de folhear os jornalões e tentar entender o que a máfia dos barões da mídia está querendo que a gente acredite. O Globo, en...