quarta-feira, junho 25, 2008

Até logo, Ruth

Fiquei surpreso ao saber hoje da morte súbita da ex-primeira dama dona Ruth Cardoso. E triste também, confesso. Alguém poderá dizer que não entende por quê. Ué! Não se pode ter religiões políticas diferentes? Qual o problema? Apesar do tucanato ter optado pela aliança com o que há de mais retrógrado em termos de pensamento político e ideológico no Brasil, não podemos esquecer que, ao lado de muitos peemedebistas, os tucanos também foram companheiros de luta contra o fascismo por aqui. Naquele momento, nossas diferenças não importavam tanto. Depois, cada um fez a opção que achou mais adequada. Nada mais normal. Nós conseguimos deixar a sociedade mais tolerante e mais plural. O fato da professora e antropóloga pensar diferente não tira seu valor. Com respeito e admiração, manifesto aqui minhas sinceras condolências à família. Descansa em paz, Ruth.

Nenhum comentário:

Mídia golpista hoje

Domingo é dia de folhear os jornalões e tentar entender o que a máfia dos barões da mídia está querendo que a gente acredite. O Globo, en...