De Vencedores e de Perdedores

Pequena Miss Sunshine” (Little Miss Sunshine, 2006, Jonathan Dayton e Valerie Faris) é drama e comédia ao mesmo tempo. A pequena Olive (Abigail Breslin) é a garota cujo sonho é vencer o concurso da “pequena miss Sunshine”. Seu pai, Richard (Greg Kinnear), é um fracassado palestrante motivacional que tenta vender sua técnica de nove passos para o alcance do sucesso. Sua mãe, Sheryl (Toni Collette), é a dona de casa com dupla jornada de trabalho e que serve sanduíches e refrigerantes na janta. O tio materno é o ex-professor universitário especialista em Proust, Frank (Steve Carell), recém saído de uma internação por ter tentado suicídio porque seu namorado (isso mesmo) o largou por outro. O irmão da garota, Dwayne (Paul Dano), é um seguidor de Nietzsche que fez voto de silêncio com o objetivo de entrar para a Força Aérea. E finalmente o avô Edwin (Alan Arkin) é um viciado em heroína que dá conselhos incomuns a Dwayne e prepara a garota para o concurso com uma coreografia pra lá de engraçada. Para completar o quadro tragicômico, todos vão ao concurso da Califórnia numa velha Kombi com a embreagem quebrada.
O texto tem passagens que ficarão para a história do cinema. Veja algumas:
There's two kinds of people in this world, there's winners and there's losers. Okay, you know what the difference is? Winners don't give up.
Losers are people who are so afraid of not winning, they don't even try.

Em bom português:
Há dois tipos de pessoas no mundo: os vencedores e os perdedores. Sabe qual a diferença? Vencedores não desistem.
Perdedores são pessoas que, por terem tanto medo de não vencer, nem mesmo tentam.

É de rir e de chorar este ótimo road movie com roteiro premiado do estreante Michael Arndt.

Comentários