Bento, o nazista

"Bento bendito que vem
em nome do Senhor
Bem-vindo! Bem-vindo!
Nosso povo te acolhe com amor"
Foi bonita a festa da visita do Papa ao Brasil. Está sendo, ainda. Mas qual é o seu significado?
A América Latina concentra a maior parte dos católicos do mundo. E merece um Papa da região, alguém que conhecesse melhor seus problemas e desafios. Este Papa é contra a Teologia da Libertação, a ordenação de mulheres, as pesquisas com células-tronco, o aborto, a eutanásia, o uso da camisinha, o sexo fora do casamento, o divórcio, o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Esteve por muitos anos à frente da Sagrada Congregação para a Doutrina da Fé - este é o nome atual do Tribunal da Santa Inquisição. Quando jovem pertenceu à Juventude Hitlerista e à infantaria do Exército Nazista Alemão. Ao mesmo tempo em que não repudiou enfaticamente os crimes de pedofilia na Igreja americana, colocou os muçulmanos em pé de guerra ao declarar as palavras de um imperador bizantino, segundo o qual o Islã teria trazido ao mundo coisas más e desumanas.
O que será que a Igreja vai ganhar com este reacionário?
Ainda bem que Lula reafirmou ao Papa que o Brasil continuará sendo um Estado laico. Conforme a Folha de hoje, é obrigação do governo brasileiro repudiar, como fez, os pleitos que ferem a separação total entre o Estado e a igreja no Brasil.

Comentários