sábado, abril 23, 2005

A Intérprete


Não costumo assistir a filmes sem ter antes nenhuma referência, mas outro dia estava flanando e topei com o cartaz de um filme do Sydney Pollack, com o Sean Penn e a Nicole Kidman, A Intérprete (2005). Bom, isso foi o bastante. Trata-se de um suspense político. E o primeiro filme rodado dentro da sede das Nações Unidas, em fins de semana, com vários figurantes que lá trabalham de fato. Resultado: ou meu faro tem melhorado ou tive uma grande sorte. Não espere um filme antológico, mas se puder, confira.

Dicas de segurança para seu computador


Para evitar cair na armadilha de falsos sites, que praticam o phishing, fraude eletrônica comum hoje em dia, tente o FraudEliminator. O nome parece um daqueles produtos miraculosos oferecidos na TV e satirizados pelo Casseta&Planeta, mas trata-se de um programa interessante, que nos avisa se estamos navegando em águas inseguras pela Internet. A segurança na rede depende muito do internauta, e há três tipos de programas indispensáveis:

  1. Anti-vírus

    • AVG Free Edition: este é um dos mais populares (e o que eu uso também).
    • Trend Micro: este é o site do PC-cillin 11, onde se pode fazer uma varredura gratuita em seu micro.
    • Symantec: site do Norton, que também oferece varredura gratuita e detecção de vulnerabilidades.

  2. Firewall

    • Free Zone Alarm: atualmente uso este.
    • Kerio: já usei este e o considero muito bom, inclusive para redes domésticas.
    • Sygate: este ainda não testei, mas tem a mesma qualidade principal dos anteriores - é gratuito.

  3. Anti-spyware

terça-feira, abril 12, 2005

MSX


Dica: a revista Emuladores (ano 1, nº 8, Ed. Digerati) traz o emulador blueMSX, que pretendo colocar também no meu site sobre o MSX. Aliás, se você gosta daqueles joguinhos de computador ou console, em especial do padrão MSX, dá uma olhadinha lá. Para quem não reparou ainda, coloquei o link para minha "velha" homepage aqui à direita, logo abaixo do link para a University of Phoenix (que patrocina o pessoal do contator de acessos, que neste momento está em 001227), na coluna dos Previous Posts e Archives.

Cinema em casa


Hibernando, apesar do calor, em casa nesse fim de semana vi vários filmes, mas só dois merecem destaque:
- Os Incríveis (The Incredibles, 2004) do Brad Bird, se não me engano última produção da Pixar com a Disney, mostra uma família de ex-super-heróis tendo que voltar à ativa depois de viver algum tempo como uma família normal. Apesar de toda propaganda, talvez não convença quem não goste de desenho animado. É meio longo (115 minutos) e apresenta um nível de violência questionável para crianças. E resgata o super-heroísmo americano, o que suscita muita discussão. Bom, apesar disso, é boa diversão.
- Durval Discos (2004), primeiro filme (longa-metragem) da Anna Muylaert, com o Ary França (Durval) e a Etty Fraser (dona Carmita, a mãe dele) nos papéis principais. O Durval tem uma loja de discos de vinil, só LPs, em casa. A história é como um LP: tem o Lado A (a primeira parte) e o Lado B (a segunda e última parte). O disco (a história, o clima do filme) é virado quando a família contrata uma empregada. (Letícia Sabatella). O final é...bom, assista o filme - vale a pena.

terça-feira, abril 05, 2005

Morre Karol, o Papa


Atleta e ator na juventude, católico clandestino no comunismo polaco e doutor em filosofia, Karol Wojtyla foi o primeiro papa eslavo da história da igreja. Meus respeitos à fé de milhões de brasileiros, mexicanos, filipinos, norte-americanos e muita gente afora pelo mundo. Karol (João Paulo II) atuou ao lado da CIA, conforme alguns, contra o comunismo. Também atuou contra os progressistas de nossa igreja e a Teologia da Libertação, e incentivou o movimento carismático para enfrentar os neopentecostais. Enfim, o conservadorismo foi sua marca principal. No entanto, em seu papado vieram à tona inúmeros casos de padres pedófilos.
Para mim, confesso que não esqueço da edição nº27 de julho de 1980 do Fradim, do Henfil, e da Editora Codecri, sobre a visita dele ao Brasil naquele ano. Quem viu, sabe a que me refiro. Meu Deus, quanta saudade da Graúna, do capitão Zeferino, do bode Francisco Orelana, e do Ubaldo, o paranóico! Que vocês estejam todos no braços do Senhor, é meu sincero e profundo desejo.