Cinema em Casa


Sábado vi "O Terminal" (2004). O interessante é que quando vi o cartaz do filme pela primeira vez imaginei que fosse sobre um paciente terminal! Vi que era com o Tom Hanks, mas não me empolguei a ponto de procurar assistí-lo. O fato de estar entre os mais alugados no Blockbuster pesou contra, ainda mais que entre eles estava (ou está) o Catwoman - que li não sei onde que é fraquíssimo. O mais interessante de tudo é que acabei vendo o filme. E sinceramente não sabia quem era o diretor, coisa que dificilmente deixo passar. Assisti. Gostei. E até pensei: "esse diretor tem futuro, parece ter boa mão para a coisa". Por incrível que pareça não entendi o nome do diretor nos créditos, que nesse filme passam no final e no estilo de letra de punho. Só fui ver quem era quando fui olhar o verso da embalagem. Steven Spielberg! Para resumir, é um filme baseado na aventura de um iraniano que passou 16 anos dentro do aeroporto Charles De Gaulle em Paris. Neste caso, claro que o Spielberg adaptou a história ao gosto de Hollywood. E foi bem, no geral. Diverte e emociona. O Tom Hanks está muito bem no papel principal. Não é tão bom quanto o penúltimo do Spielberg, que também teve o Hanks no elenco, o "Prenda-me Se for Capaz" (2002). Mas vale a pena ver.

Comentários