Hoje é aniversário da quartelada!


Há exatos 40 anos foi instalada a ditadura militar, que manteve este país por 21 anos num período de obscuridão que poderíamos chamar de "nossa Idade Média". Lembro que no 2º ou 3º ano do primário, quando a professora me perguntou em que regime estávamos, esperando que eu e toda a classe disséssemos "democracia", eu respondi inocentemente "ditadura, professora", só porque achava essa palavra engraçada e semelhante a "dentadura"! Mais tarde, no ginásio, lembro que houve uma sindicância porque uma bandeira brasileira fôra encontrada incendiada. Naquela época havia aulas de Educação Moral e Cívica. Lavagem cerebral, para alguns. Era a época do "Brasil, ame-o ou deixe-o", quando muitos brasileiros foram presos, torturados, exilados, outros desaparecidos... Mas só fui ter plena consciência de que vivíamos num estado de exceção, quando entrei na Unicamp, em meu primeiro (e único) ano de Física. Confesso que foi uma grande decepção conhecer a realidade (lembra da revista Realidade?) de nosso país apenas no mundo acadêmico, imune à censura vigente. É, amigos, eu vi, e vivi. E é bom que fique claro que sou contra toda e qualquer ditadura, companheiros. Abaixo a ditadura! A democracia tem muitas imperfeições, mas ainda não inventaram modelo melhor.

Comentários